Refinaria no Ceará


Os US$ 11,1 bilhões necessários para a construção da refinaria Premium II no Complexo Industrial e Portuário do Pecém ainda não estão assegurados pela Petrobras, apesar de o cronograma indicar que o início das obras será no começo de 2010.

De acordo com nota divulgada pela Petrobras, até agora não foi celebrado "nenhum contrato ou memorando de entendimento referente ao financiamento para a refinaria Premium do Ceará".

A petrolífera, entretanto, afirma que está avaliando diversas alternativas para o financiamento da instalação das novas refinarias. E garante, através da assessoria de imprensa, que "o investimento previsto para a implantação da Refinaria Premium II está mantido e as fases do projeto estão sendo desenvolvidas conforme o cronograma".

O presidente da Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece), Antônio Balhmann, afirma que não existe nenhuma preocupação no Governo do Estado por causa dessa falta de garantia financeira. "Não temos dúvida da instalação da refinaria porque depois do advento do pré-sal o empreendimento se tornou estratégico para o País. Logicamente, a engenharia financeira de um projeto desses não é simples e a Petrobras está negociando com trades internacionais para equacionar isso", diz.

Segundo Balhmann, empresas japonesas como Mitsui e Marubeni estão entre as interessadas em participar "minoritariamente da composição societária" do empreendimento. "É muito comum, no mercado internacional, essas empresas financiarem os equipamentos, as instalações, até porque elas têm interesse no óleo refinado. A Petrobras vai encontrar uma solução, ela é uma empresa mundial e agora ganhou mais importância no conjunto de empresas petrolíferas do mundo".

A garantia de que a refinaria Premium II, que vai refinar óleo extraído da camada pré-sal da costa brasileira, vai ser instalada no Estado será reforçada no próximo mês, como afirma o presidente da Adece. "O lançamento da refinaria deve acontecer no próximo mês, um pouco depois do lançamento da refinaria do Maranhão. Será assinado um Memorando de Entendimentos, não é mais um Protocolo de Intenções. O Memorando funciona como um sinal para qualquer projeto de grande porte, é o início do projeto". (Wânia Caldas)

EMAIS

– A área onde deve ser instalada a refinaria Premium II da Petrobras tem 1.900 hectares no Complexo Industrial e Portuário do Pecém.

– Cada metro quadrado da área será vendido para a Petrobras a um preço simbólico de R$ 1.

– 80% da área pertencem a apenas dois proprietários, mas a negociação ainda não foi concluída.

– O cronograma atual prevê que a refinaria seja inaugurada em setembro de 2013.

– A refinaria deverá produzir 300 mil barris de petróleo por dia.