Superávit cai 70%


O governo central apurou superávit primário de R$ 9,33 bilhões no primeiro trimestre de 2009. Os números correspondem ao desempenho conjunto do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central (BC) e foram divulgados há instantes pelo Tesouro. Como proporção do Produto Interno Bruto (PIB), o superávit ficou em 1,35%.

O resultado ficou 70% menor do que o verificado em mesmo período do ano passado, quando foi registrado saldo positivo de R$ 31,186 bilhões nas contas do governo central, equivalente a 4,69% do PIB.

No intervalo janeiro-março de 2009, o Tesouro Nacional teve resultado primário positivo de R$ 21,496 bilhões. O INSS apresentou déficit de R$ 12,055 bilhões e o Banco Central ficou R$ 109,8 milhões no vermelho.

A receita total do governo central no trimestre ficou em R$ 167,095 bilhões, inferior aos R$ 170,366 bilhões de igual período do ano passado.

As transferências para estados e municípios somaram R$ 29,566 bilhões, menores do que as do ano passado, de R$ 31,459 bilhões. Descontadas essas transferências, a receita líquida atingiu R$ 137,528 bilhões no primeiro trimestre de 2009.

Já as despesas totais somaram R$ 128,198 bilhões, bem acima dos R$ 107,72 bilhões apurados no trimestre inicial de 2008. O superávit primário do governo central é o resultado da diferença entre a receita líquida e as despesas totais.