Seminário com servidores do DNOCS


O Senador Inácio Arruda compareceu ao seminário dos servidores do DNOCS na sexta-feira (/04), realizado na Administração Central da instituição. O tema central do evento foi a Modernização e Fortalecimento para a Consolidação de um Século de Construção e Desenvolvimento no Semi-árido Brasileiro.

No encerramento do seminário, Inácio discorreu acerca da importância do DNOCS enquanto instituição de excelência centenária, considerando-se que em 1909 foi criada a Inspetoria de Obras Contra as Secas, precursora de uma experiência remota de convivência com o ambiente semi-árido.

O senador cearense reafirmou a importância do DNOCS para o desenvolvimento do Nordeste e seu exaustivo trabalho no sentido atribuir condições para a melhoria da vida das populações rurais. Ressaltou que esse papel ganha impulso e força com o incremento das obras estruturantes assumidas pelo governo federal, entre as quais se inclui a integração da bacia do rio São Francisco com as bacias fluviais do Nordeste Setentrional.

Inácio reafirmou seu compromisso com a instituição em suas necessidades tecnológicas e orçamentárias para sua reestruturação e revigoramento, e com as demandas dos seus servidores.

O seminário

A abertura do encontro, realizada pela manhã, contou com as presenças do diretor geral Elias Fernandes, da diretora de infraestrutura hídrica, Cristina Peleteiro; do diretor de Produção, Felipe Cordeiro; e do presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal no Estado do Ceará (Sintsef), Roberto Luque de Sousa.

Elias Fernandes disse que a realização do seminário foi muito importante, nessa fase em que o órgão caminha para a sua reestruturação. Nomeou cinco fatores que contribuirão para o fortalecimento do órgão, em tramitação no Ministério da Integração Nacional (MI), alguns deles consolidados, como é o caso do concurso público para 97 vagas, com publicação no Diário Oficial da União (DOU).

"Não é o concurso que o DNOCS espera mas já é um grande passo. Estamos lutando para criar mais 300 vagas", disse o diretor geral. Entre os fatores mencionados por Elias Fernandes, estão a adequação e atualização jurídico-institucional das suas atribuições, competências e escopo de atuação; a modernização administrativa e gerencial; autorização para realização do concurso público; alocação de recursos orçamentários de custeio operacional para manter a sustentabilidade do patrimônio público e garantia de recursos orçamentários suficientes destinado ao custeio administrativo".

Os diretores de infraestrutura hídrica, de produção e o presidente do Sintsef enalteceram a realização do seminário, com a relevante contribuição dos servidores na luta de décadas pelo soerguimento do DNOCS, apontando hoje para um caminho com grandes perspectivas de êxito.

O seminário foi iniciado com a palestra "Reestruturação com Modernização e Fortalecimento nos 100 anos do DNOCS", pelos palestrantes José Alberto de Almeida (DNOCS) e Oton Neves, do Sintsef do Distrito Federal, com mediação de Waldenísia Gadelha (DNOCS/Sintsef/CE).

No período da tarde aconteceram palestras sobre concurso público, ascensão, plano de carreira e sobre a reabertura da opção da bolsa, além da situação dos aposentados e pensionistas. Após o último debate, sintetizou-se o que foi discutido, visando a elaboração de um documento destinado à Diretoria Colegiada do DNOCS e ao Ministério da Integração Nacional.

O seminário foi realizado pela Condsef e Sintsef, com apoio da SOAD, ASDEC E ASSECAS.