3ª Conferência Nacional


Cerca de mil pessoas participam na noite de hoje () da 3ª Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente, em Luziânia (GO). O encontro ocorre até terça-feira () e pretende fortalecer a educação ambiental com o envolvimento da escola na construção de políticas públicas voltadas para o setor.

Quase 700 estudantes – com idade entre 11 e 14 anos – de todo o país irão debater as mudanças ambientais globais e propor alternativas para a sustentabilidade do planeta. A conferência é promovida pelos ministérios da Educação e do Meio Ambiente e conta com a participação de 126 educadores e gestores estaduais, além de 70 observadores internacionais de 43 países.

Em 2008, 58 mil instituições de ensino fundamental receberam material didático que servirá de fomento às discussões. A idéia é trabalhar também a melhoria do desempenho das escolas com base nos resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), além de incentivar a inclusão da problemática sócio-ambiental e da sustentabilidade no Plano Político-Pedagógico.

Os temas abordados nos painéis de discussão relacionam o elementos terra, água, fogo e ar com os problemas contemporâneos que afetam os sistemas naturais e as populações em todo o planeta. Cada um deles inclui o debate sobre ações e medidas sustentáveis, como políticas adaptativas, preventivas e transformadoras.

O encontro termina, na terça-feira, com uma caminhada, a partir das 16h, pela Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Ao final, a Carta das Responsabilidades será entregue à autoridades no Teatro Nacional. Para o encerramento, foram convidados o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os ministros da Educação, Fernando Haddad, e do Meio Ambiente, Carlos Minc.

Em junho de 2010, o Brasil irá sediar a Conferência Internacional Infanto-Juvenil, com a participação de jovens delegados de todo o mundo. O evento está previsto para ocorrer em Brasília.