Doação de medula óssea


A Câmara dos Deputados aprovou, na noite de hoje (), projeto de lei que institui a Semana de Mobilização Nacional para Doação de Medula Óssea. A aprovação do projeto foi uma homenagem da Casa ao deputado Beto Albuquerque (PSB-RS), que é o autor da proposta, e que ontem () perdeu seu filho, Pietro, vítima de leucemia após transplante de medula.

Todos os relatores do projeto nas comissões técnicas da Câmara deram parecer pela sua aprovação e prestaram homenagem ao deputado Beto Albuquerque, que lutou pela realização do transplante de medula óssea para seu filho, e também a família da jogadora de basquete, Michelle Splitter, que faleceu nesta segunda-feira () também vítima de leucemia.

Inicialmente, os líderes encaminharam favoravelmente à aprovação do regime de urgência para votação do projeto. Na votação do mérito da proposta não houve um só deputado contrário à matéria. O projeto segue agora à apreciação do Senado Federal. Ao término da sessão, o presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP), propôs, e foi aceito, dedicar a futura lei ao filho do deputado Beto Albuquerque e também à atleta Michelle Splitter.

Pelo projeto, fica instituída a Semana de Mobilização Nacional para Doação de Medula Óssea, que será realizada anualmente de 14 a 21 de dezembro. Durante a semana serão desenvolvidas atividades de esclarecimento e incentivo à doação de medula óssea e à capacitação de doadores.  A frase a ser difundida durante a Semana é: "Neste Natal, dê um presente a quem precisa de ti: cadastre-se como doador de medula".