31 de janeiro de 2018

Monitores da exposição Aedes participam de seminário sobre Arboviroses

Representando a exposição “Aedes: que mosquito é esse?”, Ster Oliveira e Arthur Xerxes, jovens monitores da mostra, participaram do “I Seminário sobre Febre Chikungunya e outras Arboviroses do Nordeste”, realizado pela Prefeitura de Fortaleza, na Assembleia Legislativa do Ceará, nessa terça e quarta-feira (30 e 31/01).

Na ocasião, os monitores assistiram palestras e apresentaram um expositor com material informativo sobre o Aedes Aegypti, mosquito transmissor de arboviroses como a Dengue e a Chikungunya. O expositor contou com modelos 3D dos vírus transmitidos pelo inseto, e com um microscópio, onde o público visitante pôde visualizar amostras dos estágios de vida do mosquito, desde o ovo até o inseto adulto.

Samuel Queiroz, agente de endemias do município, visitou o expositor e destacou a atuação dos monitores. “É muito gratificante ver os mais jovens adquirir e transmitir conhecimento sobre o tema das arboviroses, orientando sobre como prevenir essas doenças. Conscientizar a população é um dos principais objetivos para nós, que trabalhamos na área da saúde, e toda ajuda é bem-vinda”, disse o agente.

Monitores

A equipe de monitores da “Exposição Aedes: que mosquito é esse?” é formada por jovens moradores de diversas comunidades de Fortaleza, que passaram por um treinamento fornecido pela Fundação Oswaldo Cruz e atuam como mediadores da mostra, orientando os visitantes.

A Exposição que aborda o universo do mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya é uma iniciativa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), da empresa farmacêutica Sanofi e do Governo do Ceará, através da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), com a parceria da Prefeitura de Fortaleza/Seculfor. A mostra está aberta a visitação no Cuca Jangurussu, de terça a sábado, das 9h às 21h, e aos domingos, das 14h às 18h. A entrada é gratuita.